__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ... a parte que falta em si, a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




domingo, 4 de abril de 2010

Sensualidade


A sensualidade, não se "arranja", não se "importa" da TV ou das revistas ... ela simplesmente nasce com todos nós.
A sensualidade, não está na cor do cabelo, dos olhos, pele ou bâton. Não está também nas roupas ousadas, ou mais "IN", nos óculos da moda ou na forma de um ... cigarro.
Também não existe e não se compra sob a forma de frascos, sacos ou caixas.
A sensualidade, existe em todos nós ... a seu jeito, e esconde-se quando a queremos mostrar "traves-tida" aos olhos dos veraneantes. Ela está nos gestos mais simples, na simples forma como nos sentámos, caminhamos ou até mesmo ... paramos.
Está num olhar atento e carinhoso, numa lágrima de perdão, num pequeno "tique" nervoso, que tentamos desesperadamente disfarçar, num cabelo desalinhado ou no gesto natural e subtil de "arrumar" uma madeixa ou caracol, atrás da orelha.
A sensualidade, tem na sua própria palavra, o segredo que todos buscam mas ... ninguém vê. Se nós separar-mos a palavra em duas, "ele" está lá à vista de todos (sensual-idade), mas como tal ... bem escondido.
A idade ou pelo menos uma certa idade, é que nos trás a auto confiança, a experiência, as rugas, o olhar atento, os gestos naturais, a personalidade e o charme que emanamos de forma inconsciente e subtil.
A sensualidade, está nas formas de uma grávida, está em passear calmamente ao longo da praia ou parque, quanto todos os outros fogem da chuva ou do frio.
Está presente quando felizes observamos os nossos filhos a dormir, está em acordar primeiro e ficar a observar atentamente ao nosso lado, o amor de uma vida, mesmo transformado pela idade e de cabelo despenteado e grisalho, vendo apenas os nossos olhos naquele rosto, os momentos bons de uma vida passada juntos.
A sensualidade, obtêm-se sem se o ... saber, sem se a ... procurar, sem se ... comprar.
A sensualidade, está no espelho connosco todos os dias de manhã ao acordar, e nós só temos mesmo é de acordar ... na idade certa.

3 comentários:

Luciana Lís disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luciana Lís disse...

Aaah! Que post interessantíssimo. Sensualidade é algo além de nossa própria essência, é peculiar tanto quanto nossa própria pele e cheiro.

Adorei!
;*

p.s.: sou de verdade sim, pode crer! ah, e adoro pink floyd!

URBAN.GO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...