__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ... a parte que falta em si, a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




domingo, 24 de julho de 2011

Globalização

Globalização é um processo, e um processo que ocorre no tempo.

A complexidade da mudança!

A origem etimológica lembra claro ... globo.
Globalização seria então ou será, um processo de integração global (mundial), ou seja, dos habitantes do nosso planeta Terra que por "acaso" habitamos. Caso se descobrissem outros seres no sistema solar, provavelmente poderíamos então trocar a palavra globalização por uma outra, talvez ... "solarização" fosse a mais indicada (isto sou eu a brincar claro!).
O homem primitivo não era globalizado nem integrado com o mundo que por isso mesmo também desconhecia na sua dimensão. Não o fazia porque não comunicava com outros pontos do globo.
Por isso e inevitavelmente com o passar das décadas, uma língua universal surgiu para permitir precisamente essa integração ou globalização.

É o caso da língua Inglesa por exemplo, que é atualmente a chamada língua  mais falada no mundo (universal), desempenhando um papel ativo no mundo em termos de comunicação.
Inicialmente a chamada globalização ou "mundialização", era sustentada pelas teorias de Marschall MacLuhan sobre a "Aldeia Global", e cuja expansão se limitaria à cultura e à unificação do mundo através dos meios de comunicação social de massas (mass media, já anteriormente por mim aqui referidos!), e que assentava essencialmente no desenvolvimento acelerado das novas tecnologias de informação.

A título de curiosidade, já Marx no seu "Manifesto Comunista" tinha previsto a inevitabilidade do surgimento de tal tendência, em consequência da mundialização das produções industriais.

A tecnologia avança a passos largos e as barreiras das distâncias diminuem a uma velocidade nunca antes possível ou imaginada sequer. Os limites da comunicação são superados dia após dia, o que não acontece com a barreira da língua.
A revolução das comunicações promoveu assim a globalização e assumiu-se como o motor da integração mundial de todos os cidadãos ou Países.

No entanto tem como toda a "medalha" um reverso chamado "risco", na verdade ainda por avaliar em concreto.
Em conclusão, a globalização é um processo que se inicia com a comunicação. O advento da globalização trás inúmeras vantagens, porém tal como disse anteriormente trás também sofismas e desafios. A análise de tal processo e de tais desafios, exige séria reflexão de todos nós, pois como diz o ditado "- Não há bela sem senão!".

A comunicação é porventura a ponta de um iceberg, cuja real dimensão ainda ninguém conhece. A comunicação favorece o relacionamento económico e tem um papel de destaque na cultura e em termos de valores.
Para ir ao âmago ou ao cerne da globalização é preciso analisar não só a comunicação, mas também a economia, a politica e os valores da própria sociedade atual.
No entanto e porém esse problema será certamente um outro ... um novo e inadiável desafio para a humanidade, em termos ... GLOBAIS!!



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...