__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado ... e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ...
a parte que falta em si ...
a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




domingo, 31 de janeiro de 2010

O côncavo e o convexo

Todos os novos anos que se avizinham, são por nós recebidos com uma renovada esperança numa vida melhor.
Todos esses anos nos deixam inevitávelmente lembranças, as suas surpresas, boas e más, as suas horas imensas ao principio e escassas no fim. Atropelámo-nos indecisos entre o querer e o dever, a realidade e o sonho, o querer e o poder.
O homem é assim mesmo (as mulheres também!), uma espécie que procura constantemente em si e no mundo que o rodeia, a sua forma de estar ideal, a tal que lhe permita defenir-se, encontrar-se e se encaixar num mundo à sua imagem. Ou seja, ele procura eternamente o seu "côncavo convexo", mesmo que surreal ou demagôgo.
É incontornável à história já deste novo ano, a recente tragédia ocorrida no Haiti, e o pior é nós sabermos que apesar de toda aquela destruição, "aquilo" ... não foi nada, se imaginarmos a força de que a natureza dispõe para nos "abanar". No entanto alheios à sua força e avisos, nós continuamos a construir castelos de areia onde nos apetece. O mais "engraçado" disto tudo (perdoem a expressão!), é que mais uma vez são os pobres quem sofre estas coisas na pele directamente.
Os ricos Países ditos do 1º mundo, alheios às suas culpas nisso, enviam tropas para controlar a população, enviam alguns bens essênciais (angariados maioritáriamente por associações sem lucros independentes do estado) e muito beneméritos ainda pedem aos seus pobres, que mandem dinheiro para as contas que "eles" abrem e fecham quando muito bem entendem. Eu ainda não vi nas imagens que a T.V entende por bem (seu) mostrar, ninguém a tomar o leite do pequeno almoço acompanhado de notas barradas com manteiga, ou notas a aquecer um fogão, ou notas a sairem das torneiras para consumo, nem para higiene pessoal de ninguém.
O que vejo são "toureiros" que vão até lá para actualizar a sua página do Facebook, repórters, militares, e alguns médicos a juntarem aos seus curriculuns, bónus e credênciais, referências heróicas de efeito visual nas suas paredes lá em casa.
Dinheiro para quem??
Em todo o mundo, 50% do que se produz vai parar ao lixo, não vai parar aos Países do 3º mundo, e muito menos aos pobres do 1º, e que não são poucos.
A razão para isso é simples, ... os alimentos, os bens essênciais de vária ordem se forem pura e simplesmente "dados" aos pobres, não dão lucro. Mas por outro lado se forem para o lixo aí sim já dão. Interessa enviar dinheiro para o Haiti, porque ele mais tarde ou mais cedo ... volta, e dá novamente lucro, nem que seja numa outra situação idêntica a esta.
O homem encontrou assim, maneira de remediar as situações sempre em seu proveito (de alguns,... muitos!), essa tal equação procurada foi encontrada no "côncavo convexo", pois para além de tudo encaixar na perfeição, ainda aparenta sobretudo ... isso mesmo.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...