__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado ... e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ...
a parte que falta em si ...
a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




domingo, 5 de maio de 2013

Um bom ... 8


Uma vez ouvi alguém dizer (penso que foi o Pedroto! (antigo treinador do F.C.P, para quem não sabe!) que num jogo de futebol, mostrávamos a nossa personalidade interior.

Ora ... o que quer isto dizer?

Bom segundo a mesma "fonte", num jogo desses temos quase sempre de ir improvisando (na vida ... também!), temos de ajudar e recuperar as falhas dos "nossos" (na vida ...), temos de saber quando é tempo de retrair e de nos defender-mos, mesmo contra a vontade (na vida ...), mas também temos por outro lado de arriscar, umas vezes às cegas outras nem tanto, mas ...  o risco está sempre lá (na vida ...), temos de perdoar os erros dos outros e aprender com eles e com os nossos e seguir em frente (na vida ...), temos de ser unidos, não pecar pela individualidade pois ela é falsa e distante (na vida ...), temos de acarinhar e celebrar os nossos triunfos e os dos outros que nos ajudam, pois a alegria fomenta mais alegria, paz e amizade (na vida ...), respeitar individualidades significa nesse jogo dar liberdade de ação, pois se uns têm mais jeito para as recuperações, outros têm mais jeito para finalizar, outros ainda ... para proteger uma ultima instância, outros têm mais jeito para organizar, ajudar, e proporcionar as oportunidades a quem delas carece e as sabe aproveitar.
Cada jogador tem um número como se sabe (agora por acaso até o número corresponde à sua inscrição, antes era do 1 ao 11, agora pode ser o 76 ou outro qualquer!!), a cada número corresponde uma posição no terreno e uma "tarefa" condizente com a sua personalidade, com o seu ... jeito ou modo de ser.

Na vida também é assim, se uns são mais resguardados de personalidade ou financeiramente, outros fazem e dizem o que lhes vem no momento à cabeça. Outros mais comedidos ouvem, pensam e depois resolvem algo, tendo em conta os que os rodeiam e o objetivo em vista.
Por isso 1 (guarda-redes) é sempre aquele alguém em quem pomos as nossas ultimas esperanças quando estamos aflitos (pais, avós ...), 2,3,4, ... também nos seguram (familiares, amigos próximos), 5,6,7,8, ... ajudam a defender (amigos, família direta (esposa/marido), organizam as coisas e lançam novos objetivos aos outros, dando-lhes (e a nós também!) assim a eterna e sempre necessária ... esperança que nos move, 9,10,11, ... são as nossas esperanças de êxito, são as oportunidades para as quais trabalhamos, são o tal "milagre" que todos nós ... sempre pedimos (promoções, sorte ao jogo, etc).

E você, que numero é?!!

Eu penso que descobri o meu!
Acabei por dar razão a um antigo treinador de infância, pois sempre quis jogar (e joguei!) com o 7 (estremo atacante), ele dizia-me que eu era ... um bom 8 (meio campo também mas zona central e a pessoa que resolve (defende, organiza e lança o ataque), coincidência ou não (talvez a idade seja a razão!) as ultimas vezes que joguei foi precisamente ... com o 8.
De facto quando encontrámos o "nosso" sítio certo, tudo e todo o resto se torna mais fácil.  

 



1 comentário:

Regina Rozenbaum disse...

Bem bacana essa analogia que faz da vida e do viver com as posições num gramado. Não sei qual a posição que tenho...penso que a cada momento, diante das circunstâncias da vida, assumo uma!
Beijuuss meu querido e uma ótima semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...