__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado ... e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ...
a parte que falta em si ...
a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




sábado, 30 de junho de 2012

Hotel California







Sobre a música.

Com uma letra a "puxar" para o abstrato, surgiram muitas teorias em relação à inspiração que teria dado origem a esta música.
Uma delas, dizia por exemplo que "Hotel California" foi denominação dada ao "Camarillo State Hospital", um sanatório localizado no município de Ventura, entre Los Angeles e Santa Bárbara, que esteve no ativo de 1936 a 1997.
Durante o seu apogeu entre as décadas de 50 e 60, o hospital estava na vanguarda relativamente ao tratamento de doenças mentais.
Devido à proximidade com a mídia de Los Angeles, foi referido em filmes, televisão e claro ... música.
Alguns famosos que sofreram de doenças mentais, tuberculose ou desintoxicação devido a  drogas ou álcool, estiveram lá para se recuperarem nesses avançados tratamentos. Charlie Parker escreveu, enquanto lá esteve para se desintoxicar do seu  vício de heroína, "Relaxing in Camarillo".
Camarillo foi destinado após o seu fecho a ser uma prisão, contudo, por interesse(s) da comunidade, hoje é a Universidade do Estado da Califórnia.
A maioria dos edifícios do complexo foram preservados e até restaurados, inclusive a torre com o sino das missões, originário de 1930, que é referenciado nesta música, entre outros.
Outra mentalidade para a interpretação desta letra e canção, é considerada por muitos: o hotel como referência ao consumo de drogas, relacionando-o principalmente através da frase "you can check out any time you like, but you can never leave"
(podes encerrar (sair) quando quiseres, mas nunca abandonar)

A música que aqui deixo, foi premiada em 1978 com um Grammy Awards na categoria "Record of the Year".

Para recordar um pouco mais do baú!

1 comentário:

Regina Rozenbaum disse...

Esse baú é totalmente sintonizado com o meu rsrs. ADORO Eagles! Marcou mais que uma época de minha vida...amor de juventude...daqueles que a gente crê que não vai sobreviver quando acaba! E sobrevivemos e seguimos adiante. Não sabia sobre essas teorias...
Beijuuss, amado, n.a.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...