__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado ... e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ...
a parte que falta em si ...
a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Sei ...

Sei ...
Ou ... não sei ...
O que esperar de ti ?!!
 
Da tua presença inconstante ...
Da tua personalidade de ... devaneios
De respostas comedidas ...
De objetivos nebulosos ...
 
Não sei na verdade ... se te conheço
Não sei em verdade ... se te quero
Não sei o que faço a esta "porta" ...
Mas ... sei ... que este já não é ...
o meu endereço
 
Sei ...
Que vais fechar-te no teu orgulho ...
Sei ...
Que te acharás em razões ...
em méritos ... obsoletos
 
Mas ...
Não ... não mais pactuarei com esse teu ego
com essa paixão ... pela tua própria voz ...
a única que te deambula nos ouvidos
 
Sei ...
Que já me perdeste ...
Sei ...
Que por fim me encontrei ...
Em novos braços solícitos ...
Que por mim esperam ...
 abertos !!!!
 
 
 
 

2 comentários:

Soraia disse...

Poema lindo,com muita emoção.

Anónimo disse...

No ego não conhecemos ninguém. O ego é bibelot, superficial, cheio de nada. Lindo poema que reflecte a liberdade de deixar ir o ego, de si ou do outro. A abertura a novas oportunidades. -Deolinda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...