__________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________

Em cada um de nós existe um poema .
Um por escrever ... um escrito que se quer procurado e se mantêm escondido na alma ... no coração.
Ser poeta ... não é escrever poemas.
É saber descobrir na poesia ... a parte que falta em si, a parte que falta ... nos outros .

Urbano Gonçalo




quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Excerto do meu romance "Genéve" (14)


Ao final da tarde chegamos a Santiago de Compostela, procuramos então alojamento, e encontramos uma pequena residencial (Hostal como eles dizem) perto da universidade local, cujo nome era "Hostal Pico Sacro" (duas estrelas se quiserem saber) achei-lhe graça ao nome e depois de uma pequena investigação ao local, perguntei a Nat:
- Que me dizes rapariguita?
- Por mim está óptimo, até fica perto do centro histórico!
- Ficamos nesta então.
Enquanto eu fazia o Check-in, Nat foi tirando as malas do carro, e o meu ... saco.
- Estás a pensar ficar muito tempo Nat?
- Porquê?
- Três malas, necessaire ....!!!
- Olha nunca se sabe, se não andará por ai algum espanhol jeitoso!
- Tenho a certeza que sim, já espanholas não me parece haver nada de jeito!
- Não desanimes, ainda agora chegas-te, dá-lhes tempo!
Peguei nas malas dela e no meu saco, e subimos ao primeiro andar seguindo a menina da recepção. Ajudei a Nat a instalar-se (atirando as malas para cima da cama!) depois peguei no meu saco e fui em direcção ao quarto ao lado.
- Vou pôr isto no meu quarto e tomar uma chuveirada, vemo-nos lá em baixo para jantar tá? - disse eu para ela que estava a olhar para mim com cara de caso, por causa das malas.
- Boa ideia! Quem chegar primeiro arranja mesa, e aguarda que o outro arrume as "MALAS". - respondeu ela fechando-me a porta.
O meu quarto tinha vista para a parte antiga da cidade e como estava já uma noite agradável fiquei ali um bocado pela varanda. No quarto ao lado Nat lá estava nas suas arrumações, eu passado algum tempo fiz o mesmo e depois tomei a tal chuveirada antes de descer para jantar.
A sala de jantar do restaurante tinha uma grande varanda (quase um pátio) onde existiam várias mesas supostamente para fumadores como constatei depois pelo aviso. Mas como o sítio era bastante arejado achei óptima ideia jantar ali, e sentei-me numa mesa perto de um muro em pedra de onde se via a tal parte antiga, que eu já avistara do meu quarto. Finalmente algum tempo depois (dois Martinis pelo menos!) Nat lá apareceu.
- Ficámos aqui? - perguntou ela.
- Que dizes? Acho que é zona de fumadores mas como é ao ar livre e a noite está óptima, pareceu-me agradável!
- Acho que tiveste uma boa ideia, assim até posso fumar um cigarrito se não te importares!
- Fumas?
- Não tenho o hábito, mas às vezes por brincadeira ou em certas ocasiões como hoje, lá me apetece queimar um, nem sei mesmo se estes ainda estarão no prazo.
- Como é? ... A gente não se conhece ...
- E o menino? Não fuma mas bebe Martinis!
- Sim mas ... "batidos, não mexidos"!
- Pois bem meu caro "Bond", era "Bond" que mandasses vir pelo menos mais um!
Enquanto jantáva-mos, estivemos sempre na brincadeira, enquanto ela me tentava impingir todo o "rabo de saias", eu tentava-lhe impingir todo o "rabo de calças".
- Bem caro "Bond", gostei muito deste jantar e da companhia tão "famosa", mas acho que está na hora de ir descansar! Ou então bebi uns Martinis a mais!
- Boa noite então Nat! Não te preocupes que eu arrumo a mesa! - rimo-nos um pouco mais.
- Pelos vistos não fui a única a beber demais! Até amanhã , fica bem, deixa aí o mulherio em paz "Bond"!
- Até amanhã Nat!

2 comentários:

Fatima disse...

Estou quase terminando!
Bjs.

G I L B E R T O disse...

Urbano

Tem um delicado senso de humor que contagia!

E meu deu uma vontade loucar de ir a COMPOSTELA, sítio que está em meus planos visitar ano que vem, quando for aí ver meu pai!

Gostei da descrição que fizestes do quarto, fiquei com vontade de saber mais da vista que foi aprecidado pelo amigo "Bond".


E, os dialogos, muito bons, como sempre!

Fiques bem, amigo Urbano, agora e sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...